Olá, sejam bem-vindos ao Alycia Debnam-Carey Portugal! Aqui poderão encontrar notícias, vídeos e fotos da atriz, mais conhecida por ter participado na série The 100 e participar em Fear The Walking Dead.

Recentemente, Alycia realizou uma sessão fotográfica para a Monrowe Magazine. Leiam a entrevista traduzida por nós, diretamente do site da Monrowe Magazine. 

Max Pependieck : Eu ia perguntar-te sobre a tua infância na Austrália, mas então eu ouvi que tu eras  uma percussionista!

Alycia Debnam-Carey : Sinto que muitas pessoas não sabem o que é isso. Elas ficam tipo: “Isso significa apenas que eu toco o triângulo?” Eu fiz percussão clássica desde os oito até aos dezoito anos. O meu pai era músico e o meu irmão também o é.

MP : Como é que isso se transformou em representação?

ADC : A minha mãe era, na verdade, uma escritora de televisão para crianças. Desde uma idade muito precoce, ela pedia-me a mim e ao meu irmão que a ajudássemos nos segmentos que ela tinha que escrever. Nós estavamos sempre neles, e ela notou que eu realmente ficava feliz por isso. Então continuei.

Não foi até os 17 anos que comecei a ter entrevistas com os gerentes – embora nada estivesse realmente preso porque era muito jovem na época. Isso não aconteceu até eu conhecer a minha agência atual, em Sydney. Assim que eu fiz 18 anos, eu assinei lá e nunca mais saí. Lembro-me de ter que dizer ao meu professor de bateria: “Eu vou para LA! Eu acho que vou ser uma atriz! ”

MP : Eu acho que, quando tu sabes, tu sabes.

ADC : Quer dizer, eu sempre soube.

MP: Que tal aquele ano inicial quando vieste para Los Angeles: Foi difícil?

ADC : Sim. Não conhecia ninguém. A minha mãe veio comigo e fiquei no apartamento Homewood, que, se  souberes algo sobre Hollywood, é um lugar horrível para ficar. É conhecido por ter uma vibe inteira de “atores infantis”, que é realmente intensa. Todos nós [atores infantis] no mesmo lugar: era realmente bizarro. Mas eu reservei um emprego nas primeiras seis semanas.

MP: Isso é muito incrível, não é?

ADC : Realmente afortunada. Esse emprego deu-me o meu visto e fui direta para a Carolina do Norte. Eu filmei lá por seis semanas e depois voltei [para LA]. Fiquei por dois meses e depois fiz outro emprego em Detroit. Foi um filme chamado “Into the Storm”, e isso foi incrível. O meu primeiro ano foi realmente muito incrível.

No segundo ano, mudei-me para Los Angeles e não consegui um único emprego o tempo todo. Era uma dessas coisas em que eu tinha mais 1000 dólares na minha conta bancária até ao final.

MP : Eu também estive lá. Não te preocupes com isso.

ADC : Eu acho que todos [estiveram lá] e tu precisas daquela luta. Sempre há um ano para pessoas que apenas são menos bons … Os meus pais eram tão solidários, mas eles só podiam fazer tanto de longe.

Eu só tinha que perder o meu ego um pouco. Para não dizer que eu pensei que eu merecia tanto. É só que é muito fácil que as coisas sejam boas quando são boas. Mas é muito difícil fazer coisas boas quando são difíceis. Sabes que é o verdadeiro testemunho da tua força.

MP : Quando estás a representar, especialmente durante ” Fear the Walking Dead “,  transformas-te na tua personagem ou é mais que tu podes mudar quando sais do set?

ADC : Eu acho que tenho mais uma separação entre mim e a personagem quando vou para casa. Preciso desse tempo para que eu possa apenas reabastecer e revitalizar.

 MP : És boa com comentários e críticas?

ADC : Eu sou boa com feedback; O feedback é o que me alimenta realmente. Eu sempre fui bastante determinada, e eu estou muito orientada. O meu principal objetivo é continuar a crescer e aprender. Há algumas coisas que as pessoas simplesmente não gostariam de ti, e essa é uma lição difícil de aprender. Mas se sabes o que é o teu estilo e  amas o que fazes, podes apreciá-lo quando estiver certo.

MP : Onde queres que a tua carreira vá e o que queres fazer no futuro? Onde te vês em dez anos? A Austrália está nos cartões de novo?

ADC : a Austrália está sempre nos cartões, mas é tão difícil conseguir um emprego lá em baixo. É um daqueles lugares onde eu adoraria voltar e trabalhar lá. Esse é um dos meus muitos objetivos e sonhos: fazer um filme que eu amo na Austrália … Eu adoraria fazer um filme histórico – algo em que eu possa afundar meus dentes de uma maneira diferente.

MP : É tudo sobre o equilíbrio, não é? tu não queres escolher um tipo de género.

ADC : Isso também é o que eu amo sobre a natureza deste trabalho. Está sempre a mudar.Estás sempre a mudar e sempre é diferente. Não há um dia neste trabalho que seja o mesmo. Quando tu recebes um novo guião, começa um novo mundo, é muito divertido para mim. Eu amo isso.

 

AMC anunciou a data de estreia da terceira temporada de Fear the Walking Dead,ela retornará no Segunda-feira, 5 de junho.A serie vai voltar com muitas surpresas que nenhum fã pode perder,Fiquem por dentro de todas as novidades do site para saber mais sobre o Fear The Walking Dead.